Catecismo gay na igreja anglicana

A cópia da Igreja Católica na Inglaterra criou o catecismo gay.

O catecismo gay é realidade na Inglaterra.

A Igreja Anglicana, ou igreja da Inglaterra, resultado de uma divisão da igreja católica pelo rei Henrique VIII, por motivos de fornicação, nunca foi uma igreja realmente reformada. A igreja anglicana sempre foi considerada uma reforma “pela metade”, pois manteve as práticas católicas apenas colocando o rei da Inglaterra no lugar do Papa.

Os puritanos ingleses já lutaram contra esse caráter apóstata da igreja anglicana em sua origem.

Por isso mesmo os puritanos foram perseguidos pelas autoridades e clero ingleses indo se refugiar nos EUA sendo um dos grupos formadores daquela nação.

Contrariando toda a orientação bíblica acerca da pecaminosidade do homossexualismo

a igreja anglicana criou uma espécie de catecismo gay que visa ajudar os “transgêneros” a serem o que quiserem. Como ápice da apostasia os anglicanos decidiram pedir ao governo a proibição da pregação para conversão de homossexuais.

Embora alguns anglicanos se oponham a essa decisão, parece que são maioria na elite da seita, pois os órgãos de governo da igreja incluindo as câmaras dos bispos, clérigos e leigos votaram a favor da apostasia com ampla maioria de 248 votos a favor, 78 contra e 24 abstenções.

O padre Chris Newsland o defensor do absurdo teológico justificou tal ideia contando a historinha de uma adolescente que pediu novo batismo, pois tinha sido batizada como Maria e agora queria ser João.

Catecismo gayzista pode chegar às igrejas no Brasil.

Temos algumas igrejas anglicanas em nossa pátria que atendem especialmente à ingleses. Provavelmente, os padres ingleses serão os novos missionários do gayzismo no mundo ocidental.

Apocalipse 13 cita que subiriam duas bestas com intenções malignas, uma sairia do mar, representando a união de governos poderosos representados por vários chifres da besta. A outra besta sairia da terra, ou seja, de cada nação, sendo representada por uma besta com rosto de cordeiro e dois chifres. O rosto de cordeiro indica que a besta da terra é uma, ou várias, falsas igrejas e os dois chifres indicam dois tipos de poder conjugados o poder do clero e o poder secular. A finalidade da besta da terra é levar todos a adorar a besta do mar, à completa apostasia.

É necessário que as verdadeiras igrejas orem, pois a apostasia encontrou seus padres missionários por todo mundo.

Onde existir uma paróquia anglicana haverá uma sucursal de missionários do gayzismo tentando levar as pessoas à adoração do anticristo que se levantará entre os príncipes do mundo.

É papel da igreja evangelizar e orar para que tais missionários do capeta não alcancem nossa terra, mas se alcançarem, que sejamos firmes na Palavra de Deus para fazer o que convém fazer conforme as sagradas Escrituras.

Fontes:

http://christiannews.net/2017/07/10/church-of-england-overwhelmingly-votes-to-welcome-and-affirm-transgenders/

https://www.churchofengland.org/media-centre/news/2017/07/welcoming-transgender-people.aspx

 

Sobre Marco Teles 182 Artigos
Formado em Teologia e Pedagogia, pós-graduado em Ensino Religioso, Neurociência Pedagógica, Comunicação e Oratória. Praticamente um "coxinha fundamentalista". Educador Religioso da Igreja Batista em Icaraí, Terceira Igreja Batista em Trindade e Diretor do Ministério Infanto Juvenil na Primeira Igreja Batista de Niterói, não exatamente nesta ordem e tempo. Meu princípio básico é servir a Deus, mesmo de forma incompreensível ao homem mundano, pois não existe comunhão da luz com as trevas. Por isso mesmo continuo pregando o Evangelho, para trazer mais pessoas à comunhão com Deus.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*