Hinos Evangélicos e música de unção

HQ: Marco Teles - Cuidado com os cânticos cheios de óleo e com pouca consistência espiritual
HQ: Marco Teles – Cuidado com os cânticos cheios de óleo e com pouca consistência espiritual

Existe uma diferença entre hinos evangélicos e música de unção ou, pelo menos, é como pensam os fãs do movimento gospel.

Para os fãs do movimento gospel, música de unção é aquela que provoca emoção exagerada. Hinos evangélicos que fazem refletir não são música de unção para eles. É mais uma questão de gosto musical do que de espiritualidade em si.

Louvor é mais do que mero gosto musical

O mero gosto musical pode ser manipulado pelo marketing facilmente. Alguns cantores e cantoras gospel adoram dar autógrafos e coisas do gênero. Certa feita uma cantora famosa deu um recado para quem reclama dos autografos de cantores. Ela disse que Jesus não deu autógrafo “porque não existia caneta”. Santa ignorância, Batman!

Jesus nunca deu autógrafo

Jesus não deu autógrafo, pois não queria deixar objetos que pudessem servir à idolatria. Na época de Jesus escrevia-se em placas de barro arranhando a argila úmida com um caniço. Depois de seca essa argila era cozida e prezervada. Existem muitas placas de argila encontradas pela arqueologia, mas nenhuma “autografada” por Jesus. Daqui a algum tempo vamos encontrar pilhas de autógrafos de cantores gospel sendo vendidos no e-bay.

Os verdadeiros hinos evangélicos e o marketing

O verdadeiro hino evangélico não pode ser manipulado pelo marketing e persevera, não pela emoção que provoca, mas pela beleza do significado da mensagem que proclama. Um verdadeiro hino evangélico é uma pregação que deve ser cantada e ouvida em espírito de oração.

O que temos feito? Rotulado canções comerciais de “ungidas” para lhe dar “autoridade”? Essa “unção” é espiritual ou carnal? Dedique sua mente e coração a ouvir belos hinos que exaltam o nome de Deus e enchem o coração de alegria pelo que Deus é e não somente pelas nossas emoções. Deus merece mais de nós, por isso, precisamos ser criteriosos com a música evangélica para que não se torne, como tem se tornado, mero objeto de consumo.

Sobre Marco Teles 182 Artigos
Formado em Teologia e Pedagogia, pós-graduado em Ensino Religioso, Neurociência Pedagógica, Comunicação e Oratória. Praticamente um "coxinha fundamentalista". Educador Religioso da Igreja Batista em Icaraí, Terceira Igreja Batista em Trindade e Diretor do Ministério Infanto Juvenil na Primeira Igreja Batista de Niterói, não exatamente nesta ordem e tempo. Meu princípio básico é servir a Deus, mesmo de forma incompreensível ao homem mundano, pois não existe comunhão da luz com as trevas. Por isso mesmo continuo pregando o Evangelho, para trazer mais pessoas à comunhão com Deus.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*