Olavetes usam ciência como instrumento político

A ciência contra a verdade

Em toda revolução política ocorre uso da ciência. É notório que as guerras provocam o incremento da ciência o que por si só é um sinal da importância política da ciência.

A esquerda comunista e socialista aproveitou-se da ciência para fortalecer sua ideologia. Exemplos claros de conceitos científicos, ou pseudocientíficos, usados contra o modo de vida cristão são o evolucionismo, a ideologia de gênero, os estudos racistas, a filosofia relativista e coisas afins.

Alguns pensam que estamos em uma guerra cultural e querem vencer essa guerra cultural a todo custo. Na verdade estamos em uma guerra espiritual, pois o Diabo usa tanto esquerdistas quanto direitistas para as finalidades malignas, pois o Diabo nada se importa com economia.

Olavetes contra o Evangelho da graça de Deus

Alguns grupos de direita radicais tradicionalistas estão tentando definir a hegemonia de uma igreja que diz ser a única verdadeira. O objetivo destes radicais tradicionalistas é acabar com a influência evangélica no Brasil.

Os radicais tradicionalistas que começaram combatendo o comunismo, cada vez mais se aproximam dos meios e maneiras do comunismo. Cada vez mais os olavetes radicais tradicionalistas se tornam uma cópia de comunistas usando até meios gramscianos para gerar a hegemonia daquela igreja falsa que se diz a única verdadeira.

Assim como os comunistas distorceram a verdade, pois não podiam sobreviver à verdade, os radicais tradicionalistas também passaram a distorcer a verdade, pois sabem que a verdade é a única coisa que destrói seu desejo por poder.
Os radicais tradicionalistas olavetes começaram a destruir a verdade negando a inquisição e colocando a culpa nos evangélicos e protestantes. Eles precisam inverter a ordem das coisas para criar uma mentalidade enganosa que favoreça o seu crescimento. O padre jesuita Paulo Ricardo começou um curso malicioso onde pretende colocar a culpa de uma terceira guerra mundial ou governo do anticristo nos cristãos evangélicos.

Seria melhor falar a verdade e admitir a inquisição, mas isso colocaria os radicais tradicionalistas em pé de igualdade com os comunistas que usariam as mesmas acusações para derrubá-los. Por isso eles precisam mentir.

Outra coisa perigosa são as teorias científicas defendidas pelos radicais tradicionalistas. Além de negarem a inquisição, acusam os protestantes de terem criado a mentalidade revolucionária e seguem por outros caminhos como a teoria da terra plana.

O uso maldoso de teorias científicas

Especialmente para as teorias científicas quero chamar sua atenção. A teoria da terra plana é um modelo e pode ser útil, afinal, a ciência se baseia em duvidar de si mesma. Entretanto, tal teoria na mão de cientistas sérios é uma coisa, mas na mão de fanáticos radicais tradicionalistas é outra coisa bem diferente.

Já vimos que radicais tradicionalistas acusam evangélicos de todos os males da humanidade. Eles querem a hegemonia de sua igreja totalitária e precisam tirar os evangélicos do caminho.

  • A teoria da terra plana está vinculada, mesmo que indiretamente, ao histórico de uma religião específica, ou seja, daquela tal igreja que se diz a única verdadeira, no que dizendo isso, já mente.
  • Se você ainda não percebeu os radicais tradicionalistas vincularam a imagem do evangélicos ao iluminismo e à teoria heliocêntrica e de uma terra em formato esférico.
  • Tais teorias foram abraçadas na modernidade, e não tem vínculo direto com os evangélicos, mas os radicais tradicionalistas querem atribuir tal situação aos evangélicos para criar não só uma polaridade de ideias religiosas, mas uma polaridade de naturezas espirituais.

Olavetes e seu plano de destruição dos evangélicos: CUIDADO!

Foto: – O fundamentalismo científico é o atraso político da ciência.

Para os radicais tradicionalistas o objetivo maior é vincular os evangélicos a tudo de mais atrasado e prejudicial e vincular a sua falsa igreja a um paraíso na terra. Fazem isso para conseguir a hegemonia do pensamento das pessoas sob o âmbito do catolicismo.

A idéia, por mais sutil que pareça, é criar uma crença científica para depois criar uma crença metafísica. Assim como os incrédulos usaram o evolucionismo para impor sua hegemonia política nas academias e no governo mundial, também os olavetes radicias tradicionalistas pretendem usar ideias científicas como armas contra o evangelho de Cristo.

Os olavetes pretendem conquistar a razão para dominar o espírito das pessoas. Os evangélicos estão no seu caminho, por isso, precisam atacar os evangélicos com tanta força e vincular a fé reformada às idéias revolucionárias.

Olavo de Carvalho e seus olavetes são esses sabotadores. Cuidado com eles. Teorias sempre fazem sentido, pois são explicações, explicações tem essa característica por natureza.

Cair na cilada de explicações olavetes é trocar o comunismo stalinista e gramscista por um arremedo de cristianismo esotérico que só visa o fim da verdadeira pregação do Evangelho, pois para tais sujeitos a única coisa que interessa de fato é o poder de dominar a mente das pessoas incautas.

Sobre Marco Teles 182 Artigos
Formado em Teologia e Pedagogia, pós-graduado em Ensino Religioso, Neurociência Pedagógica, Comunicação e Oratória. Praticamente um "coxinha fundamentalista". Educador Religioso da Igreja Batista em Icaraí, Terceira Igreja Batista em Trindade e Diretor do Ministério Infanto Juvenil na Primeira Igreja Batista de Niterói, não exatamente nesta ordem e tempo. Meu princípio básico é servir a Deus, mesmo de forma incompreensível ao homem mundano, pois não existe comunhão da luz com as trevas. Por isso mesmo continuo pregando o Evangelho, para trazer mais pessoas à comunhão com Deus.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*